Ligas Acadêmicas

Em diversas universidades brasileiras e estrangeiras, as Ligas têm se mostrado um instrumento útil no preenchimento de lacunas na formação acadêmica através de atividades de ensino, pesquisa, e, em especial e como linha mestra, extensão.

Dentre as nacionais, podemos exemplificar com as experiências das Ligas de universidades como UNICAMP, UNIFESP,  FMUSP, UFRJ, UFCE e PUC/RS, entre outras. As Ligas são organizações estudantis, criadas e gerenciadas por acadêmicos, fato importante para a condução e coordenação das atividades, dentro das determinações de seus estatutos.

De modo geral, as Ligas são baseadas em problemas da comunidade na qual estão inseridas, identificando-os e pesquisando-os, com o objetivo de encontrar soluções. Dentro desse ponto de vista, funcionariam como canalizadoras dos interesses científicos de professores e pesquisadores da universidade da qual fazem parte.

Dessa forma, a formação de uma Liga baseada em um tema cercado de relevância social, tal como o trauma, termina por possibilitar inúmeras abordagens e oferece um horizonte amplo de trabalho. Atualmente, algumas pesquisas têm sido realizadas no intuito de identificar os conhecimentos e capacidades dos acadêmicos de medicina em manusear pacientes vítimas de trauma grave, e através delas, é possível demonstrar a melhora da performance no atendimento em alunos que obtiveram contato com as normas e prioridades protocoladas pelo ATLS (Advanced Trauma Life Support) e PHTLS (PreHospital Trauma Life Support).


 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s